Discurso de Posse do Dr. Claudio Barsanti

 

Prefacialmente, gostaria de saudar os componentes desta mesa: o Ilustríssimo Doutor Mauro Gomes Aranha de Lima, o Digníssimo Doutor Paulo Tadeu Falanghe e o meu grande amigo, Digníssimo Doutor Mário Roberto Hirschheimer.

Em seguida, declaro empossados os demais componentes da Diretoria Executiva:

• 1º Vice-Presidente: Lilian dos Santos Rodrigues Sadeck
• 2º Vice-Presidente: Marcelo Pinho Bittar
• Secretário Geral: Maria Fernanda Branco de Almeida
• 1º Secretário: Sulim Abramovici
• 2º Secretário: Fábio Eliseo F. Alvares Leite
• 1º Tesoureiro: Mário Roberto Hirschheimer
• 2º Tesoureiro: Glaucia Veiga Corrêa

Declaro, também, empossados os Presidentes e os Vice-presidentes das Regionais da SPSP, que apresento em ordem alfabética:

Regional Baixada Santista
Presidente: Maria Heloiza Torres Ventura
Vice-Presidente: Adriana Guimarães Amaral

Regional Botucatu
Presidente: Eduardo Bicas Franco
Vice-Presidente: Nadja Guazzi Arenales Alves

Regional Campinas
Presidente: Tadeu Fernando Fernandes
Vice-Presidente: Walter Pazinatto

Regional Franca
Presidente: Alberto da Silva Costa Filho
Vice-Presidente: Andréa Cristina Junqueira Souza

Regional do Grande ABC
Presidente: Maria de Fátima Gomes Pereira
Vice-Presidente: Renata Rodrigues Aniceto

Regional de Jundiaí
Presidente: Aderbal Tadeu Mariotti
Vice-Presidente: Paulo Tarcísio Pontes Nogueira

Regional Marília
Presidente: Mário do Carmo Martini Bernardo
Vice-Presidente: Paulo Eduardo de Araújo Imamura

Regional Mogi das Cruzes
Presidente: Henrique George Naufel
Vice-Presidente: Rosana Chieffe Monteiro

Regional Piracicaba
Presidente: Antônio Ananias Filho
Vice-Presidente: Sandra Rosal Ferracciu

Regional Presidente Prudente
Presidente: Osvaldo Saraiva Marques Junior
Vice-Presidente: Aparecido Nórcia

Regional Ribeirão Preto
Presidente: Valdir Vitor dos Santos
Vice-Presidente: Renato Zorzo

Regional São José do Rio Preto
Presidente: Jorge Selem Haddad Filho
Vice-Presidente: Bruna Fernanda Zilioli Floriano

Regional Sorocaba
Presidente: Fábio Cesar Bozelli
Vice-Presidente: André Pacca Luna Mattar

Regional Taubaté
Presidente: Ciro João Bertoli
Vice-Presidente: Cláudio Ribeiro Aguiar

Nós, futuros gestores da SPSP, inicialmente, ao sermos convidados e indicados para fazermos parte desta disputa, nos congraçamos e nos unimos em ideias, propostas e ações. De acordo aos nossos ideais, surgiram nomes e personagens que foram – e continuarão sendo – fundamentais para o sucesso de nossa empreitada. Nesses meses, aumentaram o apreço, a afinidade e a admiração entre todos os componentes da Diretoria Executiva, os Presidentes e Vice-presidentes de nossas Regionais.

Seguiram-se Reuniões, discussões, apresentações de propostas e muito trabalho. Algumas vezes, houve colocações contrárias. Ainda bem! Como diria Nelson Rodrigues: “A unanimidade é burra!”. Debatemos as propostas, acordamos vencidos e vencedores e, a partir daí, abraçamos, em uníssono, o acordado, lutando juntos e sem dissidências ou arestas a serem aparadas.

Gostaria de agradecer, nominalmente, a cada um dos incentivadores e a cada uma das pessoas que, desde os primeiros momentos, se mostraram verdadeiros irmãos, mas isso tornaria esta fala extremamente longa e me poderia conduzir ao grave equívoco de olvidar alguma personagem.

À Diretoria Executiva e às Regionais, eleita pelos Associados, se somam outras Diretorias, Núcleos, Comissões e Departamentos, cada um ou uma, nomeado ou nomeada, para atender as necessidades de áreas especificas. Nunca por demais destacar que cada Associado se apresenta como crível colaborador e contribuinte de nossa SPSP, e que cada ideia e novo autor engrandecem e rejuvenescem nossa Entidade.

Há de se louvar, ainda, a conquista obtida por centenas, mais de milhar de Associados da Sociedade Brasileira de Pediatria que, em uma eleição disputada e aguerrida, optaram por um novo grupo, capitaneado pelos Professores Luciana Rodrigues Silva e Clóvis Francisco Constantino, por entenderem que os caminhos que estavam sendo trilhados pelas gestões anteriores não se adequavam aos anseios da maioria. Estaremos presentes na SBP, valorizando o conjunto da Pediatria de nosso país, unidos, para vencermos os imensos desafios. Claro que, quando ocorrerem e entendermos necessário, a SPSP apresentará suas discordâncias, com o intuito único e construtivo de alicerçarmos caminhos e soluções para uma Pediatria adequada aos desejos de seus médicos especialistas e, cada vez mais, como determinante de amplos benefícios às Crianças e aos Adolescentes.

Nossas propostas para a SPSP para o triênio 2016/ 2019 são inúmeras. A força da Educação Continuada, com a manutenção e ampliação de suas Jornadas, Congressos, Simpósios e Encontros Científicos e a contínua progressão da distribuição e disponibilização de informações impressas, por meio de livros, manuais, boletins e atualizações permanecerão. Assim, como a especial atenção dada à nossa Revista Paulista de Pediatria, com o objetivo de ser obtida a indexação máxima.

Ampliaremos a divulgação das informações, com a utilização de ferramentas de informática e de transmissão on line, permitindo o acesso a temas de destaque na Pediatria a todos os Associados, tanto aos que puderem estar presencialmente nos cursos, quanto aos que residam em localidades mais distantes e que tenham dificuldades de deslocamento. Ideias e ações nos campos de Cargos, Salários, Remunerações e Planos de Carreira, além de uma maior atuação no campo de ensino nas Faculdades, por meio de uma interligação com as Ligas de Pediatria e na discussão e formulação de planos para formação e capacitação de Preceptores em Pediatria serão realidade em nossa gestão.

O fortalecimento das relações institucionais, fazendo com que a SPSP esteja cada vez mais presente no dia-a-dia, e em contato com a sociedade em geral, divulgando temas de interesse dos cidadãos. A discussão de problemas de saúde relacionados à população pediátrica, com a apresentação de temas de interesse público e com real benefício a todos os envolvidos, com a divulgação por órgãos de imprensa apresentar-se-ão como importantes formas de atuação e de auxílio dos Pediatras, das Crianças e dos Adolescentes.

Não nos furtaremos a guerrear pela Defesa Profissional de nossos Associados. A violência progressiva contra os Pediatras, a “Judicialização” da Pediatria que tenta transformar em partes, Requeridos e Requerentes, Réus e Autores, os Pediatras e seus pacientes, serão pontos a serem combatidos. A base de toda a boa prática médica é a relação médico-paciente. Resgatarmos uma adequada relação se apresenta como um pilar que estabiliza os direitos não só dos pacientes, mas também, dos médicos e de todos os profissionais de saúde, permitindo uma melhora da atenção pediátrica e, por conseguinte, um real e imediato benefício das Crianças e dos Adolescentes.

A criação do Núcleo de Gestão em Pediatria, que será conduzido por destacados Pediatras, com ampla experiência nos campos gerenciais e de administração de serviços pediátricos, públicos e privados, permitirá a troca de experiências, em assuntos de interesse diário e de problemas vivenciados por esses profissionais, que serão analisados e debatidos, com a subsequente criação de caminhos e soluções. O trabalho conjunto com diversas entidades como a SBP, APM, Sindicato dos Médicos, CREMESP, CFM, Ministério Público, Secretarias de Saúde, dentre tantas outras, permitirá que sejam criadas soluções para muitos dos problemas apontados.

Como já destacado, o trabalho será árduo, mas com certeza, prazeroso e gratificante. Após a posse, arregaçaremos as mangas e iniciaremos nossa labuta.

Gostaria de aproveitar este momento para destacar quatro temas que entendo fundamentais para o sucesso de nossa atuação, na SPSP e na vida: a Harmonia, o Compromisso, a Família e o Agradecimento. Utilizarei algumas citações e frases de filósofos, escritores e personagens de destaque, com o intuito de clarificar, o mais possível, minhas convicções:

A HARMONIA
Desde o primeiro contato que tive com a SPSP, em 1988, me senti em casa. Era Residente de Terceiro Ano do Pronto Socorro do Instituto da Criança, e de repente, participava de reuniões com renomados Pediatras, muitos deles meus professores e que muito admirava. Constrangido no início, logo percebi que todos estavam ali, não por objetivos próprios ou particulares, mas sim, intentando uma melhor atenção pediátrica, com benefícios às Crianças e aos Adolescentes.

Era fácil notar que aqueles desejos se materializavam, por imperar uma intensa Harmonia e Felicidade entre os seus seguidores. Harmonia que se fez – e se faz – presente em todos esses anos em que aqui convivo e que também se apresentou quando nos reunimos e nos lançamos no sonho de sermos candidatos, com a possibilidade de sermos eleitos para a gestão da SPSP.

Citando Mahatma Ghandi, gostaria de exprimir o quão feliz este grupo se encontra: “Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz, e o que você faz estão em harmonia”. Na realidade, desde a primeira reunião, nossa Chapa Renovação, Integração e Experiência se mostrou em plena Harmonia, o que se materializa na Felicidade de hoje iniciarmos um novo trabalho.

A certeza de termos ideais firmes e com benefícios a todos os envolvidos, nos traz paz de Espírito. Assim, se manifestou Thomas Mann; “Aquilo a que chamamos felicidade consiste na harmonia e na serenidade, na consciência de uma finalidade, numa orientação positiva, convencida e decidida do espírito, ou seja, na paz da alma’.

Claro que Harmonia não significa convergência absoluta de ideias. Oposições e discussões são necessárias para que amadureçamos entendimentos e possamos optar pelo melhor caminho. Pitágoras sintetiza este pensamento: “O universo é uma harmonia de contrários.”.

Que continuemos harmônicos, algumas vezes contrários, mas que tenhamos a sabedoria de optarmos pela melhor direção. Que não sejamos tentados pelos caminhos curtos, pois estes, muitas vezes, se transformam, na verdade nos “longos caminhos curtos” e dificultam a chegada ao nosso destino.

O COMPROMISSO
Seguindo a determinação de não citar nomes, furtar-me-ei a apresentar o autor. Mas, posso contar que uma pessoa que admiro muito, ex-presidente desta Sociedade e com quem muito aprendi sobre a Política com P maiúsculo, logo após o resultado das eleições, ao desejar boa sorte, me disse: “Você, toda a nova Diretoria Executiva e os presidentes e vices das Regionais não ganharam só uma eleição, ganharam um Compromisso. Nunca se esqueça disso!”.

Querido amigo e presidente eterno, tenha certeza: nenhum de nós esquecerá do Compromisso assumido desde o começo, quando aceitamos o nobre encargo de concorrermos às eleições. Manteremos a SPSP no seu lugar de destaque e de pujança, acrescentando algumas ações que entendemos serem de especial importância na realidade dos dias atuais para a Pediatria, para os Pediatras, para as Crianças e para os Adolescentes de nosso Estado. Como disse o grande campeão, Ayrton Sena da Silva: “No que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feito ou não faz”.

Temos a plena convicção: Faremos bem feito!

A FAMÍLIA
Participar do dia-a-dia de uma Sociedade com a envergadura, grandeza e importância de uma SPSP não é uma tarefa fácil.

Para que consigamos realizar nossas atividades com perfeição e afinco, muitas vezes, nos mantemos afastados, por longos períodos, das pessoas que mais amamos e que são uma forte razão de todo o nosso esforço. Sabedores de quanto podemos faltar, cabem intermináveis agradecimentos e infinitos pedidos de desculpa antecipados. Mas, tenho certeza, de que todos nós sempre estamos com a família bem próximos, dentro de nossos corações.

Permito-me de fazer neste momento uma declaração às pessoas que tudo me representam. Aos meus pais, Francesco e Adriana que, com certeza, lá de cima, estão contemplando o dia de hoje e ao meu irmão Luciano, primeiro Pediatra a me passar ensinamentos de tão nobre especialidade.

Dizem que um grande homem tem por trás de si, uma grande mulher. Discordo de tal assertiva. Tento e espero ser um grande homem, mas, na minha vida, jamais tive qualquer mulher por trás; sempre as tive à frente. Nos primeiros anos, segui os ensinamentos e a forma de ser de minha mãe Adriana; já há alguns anos, tenho ao lado e sigo minha mulher Mônica. Responsável pelas minhas grandes alegrias, por conquistas conjuntas e por ter gerado as nossas maiores riquezas: nossos filhos, Luís Claudio e Anna Beatrice. Amada Mônica: muito obrigado por você existir. Sem você as conquistas não teriam acontecido e, mesmo que existissem, não teriam um porquê. Aos meus filhos, Luís Claudio e Anna Beatrice, espero poder passar os valores morais, éticos e humanos e verdadeiros, para que um dia, vocês estejam no púlpito, lutando por ideias e pessoas.

Que todos os nossos companheiros de Chapa tenham a compreensão e ajuda de seus familiares, pois, como já destaquei, com certeza, muitas vezes, os privaremos de nossa atenção e presença.

O OBRIGADO
Há alguns meses, em um grupo de mensagens, recebi um vídeo em que um determinado professor fazia um discurso em que explicava, em base aos ensinamentos de São Tomás de Aquino, o significado e os diferentes níveis do agradecimento.

A oratória me cativou! Quando preparava este texto, tentei textualizar uma ideia pessoal, para expressar o meu agradecimento a todos os colegas e amigos que ajudaram a transformar o sonho de ser Presidente da SPSP em realidade. Contudo, não conseguia tirar aquela apresentação de minha mente. Por outro lado, não queria me utilizar do discurso que entendia ter sido tão laborioso e particular. Passei a procurar discussões sobre o tema e qual não foi a minha surpresa quando me deparei com um texto do Professor Luiz Jean Lauand, em que o que fora citado naquele discurso, que tanto me emocionara era, exatamente, o que fora escrito por este segundo professor, vários anos antes.

Assim, não plagiando, me sentindo menos culpado e não tendo encontrado melhor forma de expressar o que desejava dizer, destaco a explicação do ilustre professor sobre a obra “Suma Teológica de São Tomás de Aquino”. Em seu “Tratado da Gratidão”, explicou que a gratidão se apresenta em diversos graus. O primeiro consiste em reconhecer o benefício recebido, obter uma graça, aceitar um favor. O segundo em louvar e em dar graças àquele que nos deu algo gratuito, em troca de nada. O terceiro grau é a retribuição, de acordo com suas possibilidades, segundo as circunstâncias mais oportunas de tempo e lugar. O OBRIGADO, tão encantador e singular vocábulo, é a única palavra a se situar no terceiro grau, o nível mais profundo da gratidão: “o do vínculo (ob-ligatus), o do dever de retribuir”

Queridos amigos desta nova gestão: Criamos um vínculo, uma obrigação entre nós e com todos os Pediatras de São Paulo. Conduziremos a SPSP com a seriedade, com o afinco e com o amor como fizeram os que nos antecederam, que com desapego pessoal, se envolveram na busca de um bem maior e coletivo. Somente assim, cumpriremos a nossa maior meta, a de ajudarmos a construir um país melhor, já que somos os responsáveis pelos cuidados dos pequenos cidadãos que, em um futuro próximo, conduzirão os nossos destinos.

Finalizo, trazendo o que Eduardo Galeano, destacado escritor uruguaio disse sobre a utopia: “a utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar. ”.

A caminhada nos trouxe até aqui. Com a Vitória em nossa eleição, demos o primeiro passo para fazermos uma SPSP cada vez melhor. Mas, não pararemos por aí; afinal, esta é a beleza da utopia, saber que sempre haverá mais um passo a ser dado, muitas vezes, descoberto, apenas, quando se está disposto a caminhar.

Muita Sorte e Luz para todos nós!
Muito Obrigado!