Março Lilás – Atenção ao cuidado do bebê prematuro

Março Lilás – Atenção ao cuidado do bebê prematuro

SPSP – Sociedade de Pediatria de São Paulo
Relatora: Dra. Lilian dos Santos R. Sadeck
Vice-Presidente da SPSP e Presidente do Departamento Cientifico de Neonatologia da SPSP
Texto divulgado em 01/03/2018

 

No Brasil, de um total de aproximadamente 3 milhões de nascimentos em 2015, 326879 (11%) foram prematuros, segundo dados do DataSUS. No estado de São Paulo a taxa de prematuridade é de 10,8%, portanto nascem cerca de 68 mil crianças prematuras por ano. Os bebês que nascem com idade gestacional menor do que 37 semanas irão necessitar, muito frequentemente, de internação em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal para receber cuidados especializados, administrados por uma equipe multiprofissional. Esses dados enfatizam a importância desse segmento de pacientes e justifica a promulgação, em 2009, do Projeto de lei nº 146, que instituiu o Dia da Atenção ao Cuidado do Bebê Prematuro, comemorado todo o dia 14 de março, no âmbito do Estado de São Paulo. Em 2017, a SPSP lançou uma campanha denominada “Março Lilás”, ampliando a atenção à saúde do prematuro para todo o mês de março.

Nesse período deve-se intensificar a capacitação das equipes multiprofissionais, constituídas por neonatologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoterapeutas, psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais, na prestação dos cuidados especializados que o bebê prematuro e sua família necessitam, não só durante a internação, mas também durante o acompanhamento após a alta hospitalar.

Também se deve atuar frente às famílias de bebês prematuros proporcionando informações confiáveis sobre sua evolução e da importância de sua participação durante a internação e no seguimento do tratamento.

No site da SPSP e no site da SBP os pais e os cuidadores de bebês prematuros podem acessar o e-book Manual de Orientação aos pais, familiares e cuidadores de prematuros após a alta hospitalar.