Diretrizes da Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP – 2016

Coordenação Geral do PRN-SBP
Atualizado em 17/07/2018


As práticas da reanimação neonatal em sala de parto baseiam-se nas recomendações publicadas pelo International Liaison Committee on Resuscitation – ILCOR, que inclui especialistas dos cinco continentes. Tais especialistas, após processo de revisão baseado nas melhores evidências científicas disponíveis, elaboram a cada cinco anos consensos sobre a ciência e recomendações terapêuticas referentes a diversos aspectos da reanimação neonatal. Cada país, a partir do documento do ILCOR, adapta as condutas às suas necessidades e especificidades.

DIRETRIZES DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA – SBP – 2016
Reanimação do recém-nascido ≥34 semanas em sala de parto: Diretrizes 2016 da SBP
Reanimação do recém-nascido <34 semanas em sala de parto: Diretrizes 2016 da SBP
Material necessário para a reanimação do recém-nascido na sala de parto
Medicações necessárias para reanimação do recém-nascido na sala de parto
Fluxograma da reanimação do recém-nascido na sala de parto

SAMU 192 – SUPORTE BÁSICO DE VIDA – 2016
BPed 10 – Assistência ao recém-nascido (RN) que nasce bem (não necessita de reanimação)
BPed 11 – Reanimação neonatal (recém-nascido que necessita de reanimação)

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria