Campanha Outubro Verde – Mês do Combate à Sífilis congênita

Sociedade de Pediatria de São Paulo
Texto divulgado em 01/10/2021

A campanha Outubro Verde: combate à sífilis congênita tem o objetivo de discutir a situação da doença no Estado de São Paulo (e no Brasil), um enorme desafio aos pediatras devido ao aumento progressivo das taxas de transmissão vertical. “Mais uma vez a pandemia afeta um tema de importância extrema no tratamento e condução de nossas crianças, uma vez que a diminuição das consultas de pré-natal ou a não procura ideal pelos serviços de acompanhamento da gestante, decerto leva a um aumento do risco de infecções congênitas, dentre elas a sífilis. Isso porque, se previamente diagnosticada e adequadamente tratada, a sífilis congênita não leva a qualquer alteração ou disfunção. Mas, se ignorada, pode levar a sequelas irreversíveis no bebê e até causar a morte. Por isso, é fundamental que se discuta essa moléstia tão antiga, mas que, nos dias atuais, continua tão presente”, alerta Claudio Barsanti, coordenador das campanhas da SPSP.

Lilian dos Santos Rodrigues Sadeck, coordenadora do Grupo de Trabalho dos Prevenção e Tratamento da Sífilis Congênita

🎗️Abrace essa ideia, compartilhe.


Documentos da Campanha:

 


Confira notícias do SPSP na Mídia, informações no blog Pediatra Orienta, Documentos Científicos, Cursos e Eventos e tudo o que já foi publicado pelos os Departamentos Científicos, Grupos de Trabalho e Núcleos de Estudos da SPSP, acesse aqui